Vila Real teve o seu foral em 1289, concedido por D. Dinis.

Dos monumentos da cidade, o mais invulgar é o jardim da Carreira (fins do século XVIII), o qual celebra o prazer de viver, a paz, a harmonia da natureza com a vida.

Nas suas construções, utiliza-se essencialmente o granito, rocha predominante na região.

Dos vários palácios existentes, o mais célebre é o Solar de Mateus, o qual tem um jardim muito frondoso e representa um dos melhores exemplares da arquitectura barroca não religiosa.